O que é espaço de trabalho digital?

Um espaço de trabalho digital é um quadro de tecnologia integrado e projetado para fornecer e gerenciar aplicativos, dados e entrega de desktop. Ele permite que os funcionários acessem seus aplicativos e dados em qualquer dispositivo, onde quer que estejam. Para que um espaço de trabalho digital seja bem sucedido, deve fornecer uma experiência unificada, sensível a contexto e segura para a TI e os usuários finais.

Um espaço de trabalho digital unificado, seguro e inteligente inclui:

  • Virtualização de aplicativos e desktops
  • Compartilhamento de arquivos e colaboração de conteúdo
  • Gerenciamento de endpoint unificado
  • Acesso seguro a aplicativos SaaS/navegação segura
  • Logon único (SSO)
  • Fluxos de trabalho orientados e automatizados via aprendizado de máquina

Explore additional digital workspace topics

What are the top 3 benefits of a digital workspace?

1. A better employee experience
Research suggests that the more engaged employees are in their work, the more likely they are to be productive, self-starting, and innovative1. But endless stacks of apps, systems, and sign-ins are burying employees in a mountain of distractions and wasted time. In fact, employees spend the equivalent of a full workday each week searching systems, entering passwords, and hunting down information2. It’s no wonder that 85% of workers feel disengaged1.

A digital workspace can help you transform the employee experience by enabling a simpler and more flexible workstyle that attracts and retains the kind of talent you need to move the business forward.

2. Enhanced security and data breach protection
Both business and IT leaders alike want to allow employees to access what they need from anywhere work needs to get done, whether that’s on the road, at a client site, or at home. But with employees conducting as much as 60% of their work away from desks, the potential for compromised accounts is everywhere.3 That’s one reason why a digital workspace offers single sign-on (SSO) to every app and file, from any device. Fewer passwords means less risk to the business — and fewer calls to the IT help desk.

A digital workspace also improves security by giving IT a complete view into network traffic, users, files, and endpoints, making it easier than ever to stay ahead of both internal and external threats. Machine learning and artificial intelligence built into the digital workspace protect company data from hacks, malware, and end-user mistakes — long before they happen. And you can decide who gets access to what based on job role, location, device, or activity.

3. Flexibility to choose any technology your organization needs
A digital workspace makes it easy for organizations to embrace new technologies and the cloud without worrying about security or a compromised user experience. A digital workspace offers one place for people to access any app, whether SaaS, web, or virtual. And IT can manage it all in one unified console on the back end. Advanced security controls for SaaS and web apps mean IT can let people use the apps they know and love but in a controlled environment.

What are some use cases for a digital workspace?

Employees in organizations of all sizes and industries can benefit from a digital workspace. Here are a few examples of how a digital workspace can be tailored to provide the right balance of security, productivity, experience, and governance objectives for any role or task:

Remote and mobile workers
A digital workspace lets these workers use everything from legacy company applications to cloud-based apps like Office 365, which must have business policies applied for creating and using sensitive data.

If they work remotely for a regulated call center, for example, a digital workspace can help enforce the rigors of PCI DSS. Or if they travel for business, a digital workspace lets them work on an airplane, in hotels, and at foreign destinations but only with apps and content that are risk-appropriate to each situation. And if they work in healthcare, clinicians and doctors who roam across facilities have instant, secure access to the most sensitive information from wherever they need to be.

Knowledge workers
Workers with top-secret projects need to keep materially sensitive information and intellectual property for the private use of a small, defined team. A digital workspace can encrypt all content by default and make it accessible only by the team — even if it was accidently or maliciously exposed. This includes integrations with third parties, such as external legal counsel. Additionally, for M&A teams, a digital workspace can tie disparate organizations together, integrating resources where preferred, and isolating resources where demanded.

Contractors and contingent workers
Many organizations rely on contractors and contingent workers, but managing their unique requirements can be challenging. For example, providing access to company applications and data is tricky, as these workers may not be part of an organization’s Active Directory group and, therefore, are not well managed. They also may not have the time to learn how to navigate the necessary applications, as they may be different from those they’ve used in prior engagements.

How are digital workspaces evolving?

While the concept of a digital workspace began with providing unified access to apps and data, that alone is no longer enough to meet the needs and expectations of the modern-day worker. Almost 70% of workers toggle between apps up to 10 times per hour, causing 38% of them lose their train of thought4.

The digital workspace of the future must use machine learning and artificial intelligence to guide and focus work so people can spend less time context switching and more time tending to the job they were hired to do. Virtual assistance, automation of routine tasks, personalized insights, and prioritization of top actions are just some of the ways digital workspace intelligence helps people work smarter and faster.

You also may be interested in these topics

Explore tópicos adicionais sobre o espaço de trabalho digital

Quais são os principais 3 benefícios de um espaço de trabalho digital?

1. Uma melhor experiência para os funcionários
Pesquisas sugerem que, quanto mais envolvidos os funcionários estiverem com seu trabalho, maior a probabilidade de serem produtivos, autônomos e inovadores.1 Mas pilhas intermináveis de aplicativos, sistemas e logins estão embotando os funcionários com muitas distrações e perda de tempo. Na verdade, os funcionários passam o equivalente a um dia de trabalho inteiro por semana, pesquisando sistemas, inserindo senhas e procurando informações2. Não é de admirar que 85% dos funcionários se sintam desmotivados1.

Um espaço de trabalho digital pode ajudar você a transformar a experiência do funcionário, permitindo um estilo de trabalho mais simples e flexível que atraia e retenha o tipo de talento necessário para impulsionar os negócios.

2. Segurança aprimorada e proteção contra violação de dados
Tanto os líderes de negócios quanto os de TI querem permitir que os funcionários acessem o que precisam em qualquer lugar em que o trabalho precise ser feito, seja em viagens, nas instalações do cliente ou em casa. Mas com funcionários realizando até 60% do trabalho fora de suas mesas, a possibilidade do comprometimento de contas está por toda parte.3 Essa é uma das razões pelas quais um espaço de trabalho digital oferece logon único (SSO) a todos os aplicativos e arquivos, em qualquer dispositivo. Menos senhas significam menos risco para os negócios – e menos chamadas para o suporte técnico de TI.

Um espaço de trabalho digital também melhora a segurança, fornecendo à TI uma visão completa de tráfego, usuários, arquivos e endpoints da rede, tornando mais fácil do que nunca se antecipar a ameaças internas e externas. O aprendizado de máquina e a inteligência artificial incorporados ao espaço de trabalho digital protege a companhia contra hacks, malware e erros de usuário final muito antes que aconteçam. E você pode definir autorizações de acesso dependendo de função, local, dispositivo e atividade.

3. A flexibilidade para escolher qualquer tecnologia que sua organização precise
Um espaço de trabalho digital facilita que as organizações adotem novas tecnologias e a nuvem sem se preocuparem com segurança nem com uma experiência de usuário comprometida. Um espaço de trabalho digital oferece um local para as pessoas acessarem qualquer aplicativo, seja SaaS, de web ou virtual. E a TI pode gerenciar tudo isso em um console unificado no backend. Controles de segurança avançados para aplicativos SaaS e da web significam que a TI pode permitir que as pessoas usem os aplicativos que conhecem e adoram, mas em um ambiente controlado.

Quais são alguns casos de uso de um espaço de trabalho digital?

Os funcionários de organizações de todos os tamanhos e indústrias podem se beneficiar de um espaço de trabalho digital. Aqui estão alguns exemplos de como um espaço de trabalho digital pode ser personalizado para fornecer o equilíbrio certo de segurança, produtividade, experiência e objetivos de governança para qualquer função ou tarefa:

Trabalhadores remotos e móveis
Um espaço de trabalho digital permite que esses funcionários usem tudo, desde aplicativos de legado da companhia até aplicativos em nuvem, como o Office 365, que deve ter políticas de negócios aplicadas para criar e usar dados sensíveis.

Se eles trabalham remotamente para um call center regulamentado, por exemplo, um espaço de trabalho digital pode ajudar a aplicar as normas rígidas de PCI DSS. Ou então, se viajam a negócios, um espaço de trabalho digital permite que trabalhem em aviões, hotéis e destinos fora do país, mas apenas com aplicativos e conteúdos adequados ao risco de cada situação. E se eles trabalham na área da saúde, os clínicos e médicos que circulam entre diferentes instalações têm acesso instantâneo e seguro às informações mais sensíveis, onde quer que estejam.

Trabalhadores de conhecimento
Funcionários que participam de projetos ultrassecretos precisam manter informações sensíveis e propriedade intelectual importantes estritas ao uso privativo de uma equipe pequena e especificada. Um espaço de trabalho digital pode criptografar todo o conteúdo por padrão e torná-lo acessível apenas pela equipe — mesmo se exposto de forma acidental ou mal intencionada. Isso inclui integrações com terceiros, como consultores jurídicos externos. Além disso, para as equipes de fusões e aquisições, um espaço de trabalho digital pode unir organizações distintas, integrando recursos onde preferir e isolando-os quando necessário.

Empreiteiros e trabalhadores temporários
Muitas organizações dependem de empreiteiros e trabalhadores temporários, mas gerenciar seus requisitos exclusivos pode ser um desafio. Por exemplo, fornecer acesso a aplicativos e dados da companhia é complicado, pois esses funcionários podem não fazer parte do grupo do Active Directory de uma organização e, portanto, não são bem gerenciados. Eles também podem não ter tempo para aprender a navegar pelos aplicativos necessários, uma vez que talvez sejam diferentes daqueles usados em projetos anteriores.

Como os espaços de trabalho digitais estão evoluindo?

Embora o conceito de espaço de trabalho digital tenha começado com o acesso unificado a aplicativos e dados, isso por si só não é mais suficiente para atender às necessidades e expectativas dos trabalhadores modernos. Quase 70% dos funcionários alternam entre aplicativos até 10 vezes por hora, o que faz com que 38% deles percam o seu fluxo de pensamento4.

O espaço de trabalho digital do futuro deve usar o aprendizado de máquina e a inteligência artificial para orientar e focar o trabalho, para que as pessoas possam gastar menos tempo trocando de contexto e mais tempo cuidando do trabalho para o qual foram contratadas. Assistência virtual, automação de tarefas rotineiras, insights personalizados e priorização das principais ações são apenas algumas das maneiras que a inteligência no espaço de trabalho digital ajuda as pessoas a trabalhar de maneira mais inteligente e rápida.

Você também pode estar interessado nos seguintes tópicos