Jan

102017

Pesquisa mundial da Citrix revela que 83% das empresas se consideram em risco por causa da complexidade dos negócios e das operações de TI

Realizado em parceria com o Ponemon Institute, o estudo revelou também que 74% das organizações consideram que está na hora de criar uma nova estrutura de segurança

SANTA CLARA, Califórnia – 10 de janeiro de 2017 – A pesquisa global da Citrix e do Ponemon Institute sobre infraestrutura de segurança de TI descobriu que 83% das empresas em todo o mundo consideram que a complexidade organizacional é a causa do maior risco. Os funcionários não estão seguindo os requerimentos de segurança corporativa, porque essas exigências dificultam a sua produtividade e prejudicam sua capacidade de trabalhar segundo suas preferências. Então, não é nenhuma surpresa que o uso da TI Invisível, o shadow IT, esteja em ascensão, porque os funcionários procuram maneiras mais simples de realizar seu trabalho.

Hoje, preocupar-se com a segurança de TI não é apenas esperar para responder ao próximo ciberataque. Trata-se de estar preparado e contar com o plano de segurança de TI mais robusto possível em funcionamento antes de sofrer o ciberataque. De acordo com as previsões dos analistas do setor, estima-se que em 2016 mais de US$ 94 bilhões foram investidos em soluções de segurança, mas ainda assim, quase 50% das organizações pesquisadas sofreram uma violação interna ou externa nos últimos doze meses. Hoje, com o cenário de ameaças informáticas e as tecnologias emergentes, as empresas precisam tomar medidas proativas para se proteger das ciberameaças, tanto antigas como novas, e definir como proteger seus dados.

Os funcionários estão colocando dados em seus dispositivos móveis, o que significa que informação corporativa sensível pode ser acessada a partir de qualquer laptop, telefone ou tablet deixado no escritório ou esquecido em um café. Os ativos de dados estão aumentando, o que para 87% dos entrevistados significa que cada vez mais informação é colocada em risco.

Os resultados também revelaram que os profissionais de segurança e de TI estão realmente preocupados com suas operações atuais:

  • 79% dos entrevistados estão preocupados com violações de segurança envolvendo informações de alto valor.
  • A proteção de aplicativos e dados é mais importante do que nunca, e 74% das empresas consideram que é necessária uma nova arquitetura de segurança de TI para melhorar as condições da segurança e reduzir os riscos.
  • E 71% consideram que existem riscos decorrentes de sua incapacidade de controlar os dispositivos e aplicativos dos funcionários.

Em relação ao planejamento para o futuro:

  • Para reduzir o risco de segurança nos próximos dois anos e criar uma nova infraestrutura de TI, 73% consideram fundamental o gerenciamento dos dados, 76% o gerenciamento das configurações e 72% o gerenciamento dos aplicativos.
  • Finalmente, 75% disseram que sua organização não está totalmente preparada para lidar com os potenciais riscos de segurança resultantes da Internet das Coisas (IoT).
O pessoal e os dados são o núcleo da atividade de cada empresa. Garantir a segurança de ambos é essencial e mais urgente do que nunca. Esta pesquisa global comprova o que todos nós tememos: a maioria das empresas não estão preparadas para proteger os dados dos funcionários. Na Citrix, sabemos que nossos clientes confiam em nós para proteger seus dados e assim estarem preparados para enfrentar os desafios do futuro. A segurança é básica em tudo o que a Citrix faz. Somos a empresa de segurança do futuro porque estamos focados no que precisa ser protegido: os dados.
- PJ Hough

vice-presidente de produto

Citrix

Ano após ano, os fornecedores de segurança tradicionais ofereceram sua mais recente e melhor tecnologia para as empresas. Cada novo produto adicionou novas camadas de pessoal, processos e tecnologia às operações, mas poucos deles realmente resolveram a raiz dos problemas de segurança e responderam a perguntas tais como: Como compartilhar a informação e ao mesmo tempo minimizar a perda de dados? A superfície sensível a ciberataques pode ser reduzida? Por que a segurança depende do dispositivo? Somente apresentando soluções como as da Citrix para enfrentar esses problemas podemos avançar em direção a um futuro de dados, aplicativos e dispositivos mais seguros.
- Stan Black

diretor de segurança

Citrix

Em todas as regiões do mundo, as empresas devem aceitar o fato de que as práticas e políticas de segurança precisam evoluir para responder às ameaças das tecnologias disruptivas, ao cibercrime e às normas estabelecidas. A pesquisa revela a percepção dos entrevistados sobre a necessidade de modificar o status quo determinado por suas estratégias de segurança e considerar uma nova arquitetura de segurança de TI para proteger as organizações dos ciber-riscos.
- Dr. Larry Ponemon

presidente e fundador do

The Ponemon Institute

Para saber mais sobre os resultados da pesquisa do The Ponemon Institute, visite Citrix.com/secure ou leia o blog do diretor de segurança da Citrix, Stan Black.

Metodologia da pesquisa

O relatório conduzido pelo Ponemon Institute, patrocinado pela Citrix e denominado "A necessidade de uma nova arquitetura de segurança de TI: Um estudo global", analisou as tendências globais nos riscos de segurança de TI e as razões pelas quais as práticas e políticas de segurança precisam evoluir para responder às ameaças das tecnologias disruptivas, ao cibercrime e às normas estabelecidas. A pesquisa apresenta as opiniões de mais de 4.200 profissionais de TI na Austrália/Nova Zelândia, Brasil, Canadá, China, França, Índia, Japão, Coreia, México, Holanda, Emirados Árabes Unidos, Reino Unido e Estados Unidos.

Links relacionados

###

© 2017 Citrix Systems, Inc.  All rights reserved.  Citrix,  XenApp and XenDesktop are trademarks of Citrix Systems, Inc. and/or one or more of its subsidiaries, and may be registered in the U.S. Patent and Trademark Office and in other countries. All other trademarks and registered trademarks are property of their respective owners.