Feb

72017

Estudo global confirma que a tecnologia de segurança está desatualizada e é inadequada para lidar com as ameaças atuais

Um estudo global sobre segurança de TI realizado pela Citrix e The Ponemon Institute revela que 68% dos pesquisados disseram que os dispositivos BYO dentro de suas organizações poderiam permito acesso dos criminosos as redes e os dados corporativos

SANTA CLARA, Califórnia – 13 de fevereiro de 2017 – Não existe uma solução de segurança única para lidar com todas as ameaças que as empresas enfrentam hoje em dia. Cada organização deve superar obstáculos e obrigações de segurança únicos. Bilhões de dólares já foram investidos em soluções de segurança de TI e o aumento anual dos orçamentos de segurança tem sido um imperativo. De fato, segundo um estudo global da Citrix e do Ponemon Institute, 98% dos entrevistados relataram que gastarão mais de um milhão de dólares em 2017. No entanto, muitos dos sistemas e pessoas ainda não estão preparados para lidar com as ameaças de hoje.

As ameaças à segurança aumentam à medida que mais dispositivos estão em rede e as pessoas têm mais liberdade para trabalhar em qualquer lugar e utilizando qualquer dispositivo. Mais dispositivos, especialmente os trazidos pelos próprios funcionários (BYO), são a nova norma, e as empresas precisam colocar a segurança da informação no topo de sua lista de prioridades para garantir que aplicativos e dados estejam seguros, sem importar onde residam ou quando são acessados. Além disso, as empresas precisam de pessoal especializado para planejar a redução dos riscos e melhorar a segurança de seus aplicativos e dados.

Segundo o estudo global da Citrix e do Ponemon Institute sobre infraestrutura de segurança de TI, menos da metade (48%) dos entrevistados disseram que suas organizações possuem políticas de segurança para garantir que funcionários e terceiros tenham somente o acesso necessário a informações confidenciais empresarias. Também não ajuda que quase 70% dos entrevistados corporativos tenham dito que algumas de suas soluções de segurança existentes estão desatualizadas e são inadequadas.

Principais preocupações de segurança confirmadas no estudo:

  • Implementações de segurança deficientes: 70% disseram que suas organizações realizaram investimentos em tecnologia de segurança de TI que finalmente não foi implementada com sucesso (shelfware).
  • Implementações de aplicativos não aprovados e não autorizados: 65% dos entrevistados disseram que suas organizações não estão preparadas para reduzir o risco inerente a aplicativos não aprovados, o que aumenta o risco, inclusive da TI invisível (Shadow IT).
  • Dados não gerenciados em risco: 64% assinalaram que suas organizações não conseguem reduzir efetivamente o risco inerente aos dados não gerenciados (por exemplo, transferidos para unidades USB ou pen drives, compartilhados com terceiros ou em arquivos sem data de vencimento).
  • A concentração de talentos é reduzida: Apenas 40% manifestaram que suas organizações estão contratando profissionais de segurança especializados e experientes.

Embora não haja uma solução mágica para corrigir esses problemas, os entrevistados comentaram que acreditam que existem soluções para ajudar a gerenciar melhor os principais desafios da segurança:

  • Criação de uma visão unificada: 53% por cento deles acreditam em uma visão unificada dos usuários em toda a empresa.
  • Tornar-se proativo: 48% por cento disseram que é necessário estar atualizado e preparado para enfrentar os ataques novos ou emergentes.

Os entrevistados também disseram que algumas melhorias específicas poderiam ser realizadas para reduzir o risco geral:

  • Melhorias tecnológicas: 65% consideram que uma atualização das tecnologias melhoraria as condições de segurança e ajudaria a reduzir os riscos.
  • Investimentos em pessoal: 72% consideram que uma atualização na equipe de trabalho melhoraria as condições de segurança e ajudaria a reduzir os riscos.

Para saber mais sobre os resultados da pesquisa do The Ponemon Institute, visite nosso site ou leia o blog do vice-presidente e diretor de tecnologia da Citrix, Christian Reilly.

Estes resultados fazem parte do segundo relatório do estudo global da Citrix e do Ponemon Institute. O primeiro relatório analisou como a complexidade dos negócios está dificultando as condições da segurança e incrementando a tendência da TI invisível.


Quotes

O atual panorama em constante evolução de ameaças à cibersegurança requer uma nova e mais flexível estrutura de segurança de TI, que deve se estender para além das abordagens de segurança tradicionais de ponto de extremidade fixo a fim de proporcionar detecção de ameaças e proteção de aplicativos e dados em todas as etapas. A Citrix está comprometida com o fornecimento desse tipo de segurança para dados em repouso, em movimento e em uso.
- Tim Minahan

Diretor de Marketing

Citrix

Existem muitas tecnologias de segurança no mercado atual que adicionam complexidade ao problema. A segurança hoje não se trata apenas do número de tecnologias de segurança nas quais sua empresa investe. Trata-se de investir nas tecnologias adequadas, que ajudarão a proteger aplicativos e dados, independentemente de onde sejam usados ou armazenados. As empresas que querem superar esse cenário de ameaças à cibersegurança precisam investir em soluções que já contenham a segurança incorporada. Quando a segurança é abordada desde o início, podemos proteger as informações corporativas mais sensíveis.
- Stan Black

diretor de segurança

Citrix

Metodologia da pesquisa

O relatório conduzido pelo Ponemon Institute, patrocinado pela Citrix e denominado "A necessidade de uma nova arquitetura de segurança de TI: Um estudo global", analisou as tendências globais nos riscos de segurança de TI e as razões pelas quais as práticas e as políticas de segurança precisam evoluir para responder às ameaças das tecnologias disruptivas, ao cibercrime e às normas estabelecidas. A pesquisa apresenta as opiniões de mais de 4.200 profissionais de TI na Austrália/Nova Zelândia, Brasil, Canadá, China, França, Índia, Japão, Coreia, México, Holanda, Emirados Árabes Unidos, Reino Unido e Estados Unidos.

Related Links 

Sobre a Citrix
Citrix (NASDAQ: CTXS) destina-se a capacitar um mundo onde pessoas, organizações e lugares estejam firmemente conectados e acessíveis para viabilizar o extraordinário. A sua tecnologia faz com que aplicativos e dados do mundo sejam mais seguros e de fácil acesso, capacitando as pessoas para o trabalho em qualquer lugar e a qualquer momento. A Citrix oferece um portfólio completo e integrado de Workspace-as-a-Service, fornecimento de aplicativo, virtualização, mobilidade, fornecimento de rede e soluções de compartilhamento de arquivos que permitem ao setor de TI garantir a disponibilidade de sistemas críticos com segurança, na nuvem ou no local, e por intermédio de qualquer dispositivo ou plataforma. Com receita anual em 2016 de US$ 3,42 bilhões, as soluções da Citrix estão em uso em 400.000 organizações e por mais de 100 milhões de usuários, globalmente. Saiba mais em www.citrix.com.br. Nas redes sociais: Twitter e LinkedIn.

FleishmanHillard Brasil – Assessoria de Imprensa Citrix
Patricia Bartuíra – patricia.bartuira@fleishman.com.br  - (11) 3185-9930
Ludmila Escobar – ludmila.escobar@fleishman.com.br  - (11) 3185-9911

###

© 2017 Citrix Systems, Inc. All rights reserved. Citrix, XenApp and XenDesktop are trademarks of Citrix Systems, Inc. and/or one or more of its subsidiaries, and may be registered in the U.S. Patent and Trademark Office and in other countries. Todas as demais marcas comerciais e marcas registradas pertence aos seus respectivos proprietários.