Nunca foi tão difícil defender a empresa de falhas de segurança. Chegamos a esta conclusão ao debater com responsáveis pela área de TI de toda a América Latina e a razão é simples: a infraestrutura tecnológica cresceu e evoluiu muito rapidamente. Portanto, hoje há muitos mais aspectos a considerar, principalmente no que diz respeito a aplicativos e à rede.

O mundo dos apps é composto por muito mais que aplicativos web. De fato, vemos a incorporação cada vez mais acelerada de SaaS (Software como um Serviço) e de soluções em nuvem. Em relação à rede, contemplando apenas a quantidade de dispositivos conectados e os desafios da mobilidade, seu uso e suas exigências atuais superam os do passado.

Alguns dos riscos de segurança a que as empresas estão expostas são:

  • Ataques DoS: nos últimos anos ressurgiu este tipo de ataque. Graças à ampla disponibilidade de ferramentas baratas e botnets (grupo de computadores controlados por um único recurso) para a geração e execução de negação de serviço (DoS), agora todas as empresas, sem importar seu tamanho ou setor, estão em risco;
  • Ataques web no nível de aplicativo: os ataques a componentes e tecnologias web como, por exemplo, protocolo HTTP, Java ou servidores web, aplicativos populares e aplicativos web personalizados de uma organização estão ocorrendo com mais frequência. Alguns exemplos de ameaças são os ataques XSS (falsas solicitações do cross-site scripting), a injeção de SQL e os ataques de transbordamento da memória.
  • Ameaças à capacidade de uso: as soluções de segurança podem se transformar ao mesmo tempo em uma ameaça, se afetarem a experiência do usuário. O mau rendimento resultante das rotinas de inspeção de informática, sobrecarregamento de SSL, processos complexos de início de sessão e capacidades inconsistentes de acesso podem levar os usuários a procurarem soluções informais e inseguras. Dessa forma, a empresa pode enfrentar a necessidade de adquirir mais equipamento, ou hardware com uma capacidade maior da que estava prevista anteriormente, sem que isto seja necessário.

Diante dessa perspectiva, contar com um ADC (Application Delivery Controller) é fundamental para proteger os recursos digitais da empresa. Por isso, quero convidá-los a conhecer mais sobre NetScaler. Graças a esta tecnologia, é possível garantir a segurança e manter a alta disponibilidade, a agilidade e a experiência de uso. Além disso, a possibilidade de contratar o NetScaler por meio do modelo de licenciamento “pay per use” permite aumentar ou diminuir sua capacidade de acordo com as necessidades singulares de cada negócio e do orçamento da empresa. Claramente a segurança já não se limita apenas a usar um antivírus ou proteger alguns aplicativos web. Ela requer um enfoque muito mais abrangente.

Citrix_Mobilize Windows_Banner 2_728x90_Static_Compete_F_072715