Estou convencido de que a mobilidade empresarial é uma maneira de proporcionar mais liberdade aos funcionários. A liberdade de trabalhar a partir de um lugar onde se inspirem mais, com o dispositivo que os deixem mais produtivos, com as ferramentas que potencializem a criatividade e possibilitem a conciliação da vida pessoal e profissional da melhor forma. E, segundo a minha experiência, quando os funcionários se sentem livres, as empresas crescem.

Mas, para chegar a esse ponto, é vital compreender o que é e o que não é mobilidade empresarial. Há algumas semanas, adiantamos alguns dados do estudo que realizamos no Brasil, no México e na Colômbia onde um dos aspectos que chamou nossa atenção é que ainda existe muita incerteza e confusão sobre o que é mobilidade. Essas são algumas definições de mobilidade que os participantes do estudo consideraram corretas:

mob_post2

Algumas pessoas ainda veem a mobilidade empresarial concentrada apenas no dispositivo móvel, em acessar o email fora do escritório ou acessar a rede corporativa remotamente. Entretanto, não a veem como um conceito integral no qual o core não são esses pontos, mas sim dar mobilidade total às pessoas, gerando um impacto positivo na experiência profissional dos colaboradores e também no negócio. Para conseguir isso da maneira correta, os funcionários devem ter acesso às informações e às aplicações corporativas a partir de quaisquer dispositivos e redes, sem deixar de lado a segurança dos dados críticos da empresa.

Na Citrix acreditamos que a mobilidade empresarial vai muito além e nos prepara para um futuro no qual o trabalho – tal e qual o conhecemos – está evoluindo no ritmo das novas gerações de empregados e das novas necessidades das empresas. Os contextos econômicos de cada país levarão as empresas a investir de forma mais estratégica seus orçamentos de TI, buscando implementar soluções que tenham um impacto real no negócio e que ajudem-nas a crescer, reter talentos e atender melhor seus clientes. O mundo corporativo será cada vez mais competitivo e a tecnologia seguirá trazendo novidades às companhias. E são nesses cenários que a mobilidade empresarial faz diferença.

Mas além dos resultados desse estudo, gostaria de conhecer sua opinião: qual foi sua experiência com a mobilidade? Que barreiras teve que enfrentar? Quais foram as vantagens?